sexta-feira, 26 de abril de 2013

Hoje faz 27 anos do acidente nuclear em Chernobyl

Placa da Usina Nuclear de Chernobyl
26 de abril de 1986 aconteceu uma explosão na Usina Nuclear de Chernobyl (na Ucrânia, na fronteira com Belarús), que causou poluição dos territórios de Belarús, Ucrânia e Rússia. A cidade de Chernobyl, tanto quanto muitas outras cidades e vilas ao redor, hoje é uma cidade fantasma.

Governo da República Soviética de Bielorrússia na época não começou urgentemente evacuação das regiões poluídas, e nem avisou o povo sobre o que aconteceu. Imaginem, a explosão aconteceu na Ucrânia, mas 70% do território poluído fica em Belarús. Nestá áerea morava 2 milhões 100 mil pessoas (25% da população da república na época). Muitas pessoas morreram justamente porque não foram informadas sobre o acidente e não foram evacuadas. 

Hoje, como todo ano no dia 26 de abril , ativistas de Belarús fizeram uma manifestação em Minsk dedicada ao acidente de Chernobyl. Governo como sempre estava impedindo organizar o evento. Como sempre, hoje algumas pessoas, inclusive jornalistas das mídias independentes, foram presas por participar da manifestação.

O tema principal da manifestação é que hoje Belarús está construindo uma própria usina nuclear. Depois de tudo que aconteceu neste país.

Manifestação em Minsk. 26.04.2013. Foto: svaboda.org

Manifestação em Minsk. 26.04.2013. "O custo da usina nuclear é nossas vidas"
Foto: belapan.com
Manifestação em Minsk. 26.04.2013. "Belarús tem dois problemas"
- com símbolo de radiação e retrato do ditador
Foto: belapan.com

"26.04 Caminho de Chernobyl 2013" - emblema com o nome da manifestação
Fonte: naviny.by



quarta-feira, 17 de abril de 2013

Fotos extremistas de Belarús

A KGB, que até hoje existe em Belarús, achou que as fotos da exposição e o álbum "Belarus press-photo - 2011", com fotos feitas por jornalistas belarussos, são extremistas. Neste momento, eles estão sendo julgados. Amanhã vamos saber a decisão do juiz. Enquanto isso, vejam, que fotos extremistas foram tiradas pelos jornalistas belarussos:

Soldados belarussos obrigados a assistir notícias da TV do estado toda noite.
Foto de Siarhiej Hudzilin

Ditador de Belarús parabenizando belarussos pelo ano novo.
Foto de  Dzmitryj Kliapitski
Foto de Natalla Ablažej

terça-feira, 16 de abril de 2013

Mais um novo desenho de vytsinanka

Saiu mais um desenho belarusso de Mikhail Tumiela em técnica de arte de papel recortado, chamada de vytsinanka, com legenda em português.



Tradução e legenda: Volha Yermalayeva Franco
Revisão: Paterson Franco


Outros desenhos de Mikhail Tumiela em técnica de vytsinanka:

Vytsinanka recortada
Provérbios belarussos
Provérbios belarussos. Parte 2


quinta-feira, 11 de abril de 2013

Provérbios belarussos. Parte 2

Saiu mais um desenho belarusso em técnica de arte de papel recortado, chamada de vytsinanka, com legenda em português.
Provérbios belarussos. Parte 2

Tradução e legenda: Volha Yermalayeva Franco

Mais desenhos de  Mikhail Tumiela nesse estilo - aqui.

sexta-feira, 15 de março de 2013

Primavera belarussa.

Estão sofrendo de calor em Salvador? Pois é melhor curtir o verão do Brasil e só imaginar o sofrimento dos belarussos, que esperavam a chegada da primavera em março, mas receberam ciclone "Havier" em vez dela.

Hoje, 15 de março, está nevando o dia inteiro na capital do país, porem no sul está chovendo. Minsk, em geral bem preparada para qualquer quantidade de neve, ficou parada. O povo foi avisado sobre o ciclone, mas todos foram estudar e trabalhar como sempre, só que nem todos conseguiram chegar ou voltar para casa na hora.

Fotos da agencia de notícias Belapan. Minsk, Belarús




Fotos da blogger Nika Sandros. Minsk, Belarús


engarrafamento no mento de Minsk
  

Fotos do site de notícias http://news.vitebsk.cc/, Viciebsk, Belarús




quarta-feira, 6 de março de 2013

Morreu amigo Hugo - 3 dias de luto em Belarús

Morte do lider venezuelano causou 3 dias de luto oficial em Belarús inteiro, ordenado por Lukashenko.

Melhores amigos: Aleksandr Lukashenka e Hugo Chaves
Fonte: NAVINY.BY

Ditador de Belarús Aleksandr Lukashenko considerava Hugo Chaves, falecido dia 5 de março, o melhor amigo dele. Foi Lukashenko que o ensinou a mudar constituição para ser eleito eternamente. Quando aconteciam conflitos com Rússia por causa do preço de venda de petróleo, justamente Hugo começou a vender petróleo venezuelano para Belarús (que custava mais caro do que o da Rússia, mas o que importa é assustar o país-vizinho gigantesco, né?). Lukashenko falou que ficou tão preocupado nos dias das últimas eleições de presidente da Venezuela, que não conseguia dormir! Imaginem, como ele se sentiu, quando soube da morte do melhor amigo.

A distáncia entre Belarús e Venezuela é grande (maior do que entre Belarús e Brasil, imaginem!), esses países não tinham nenhuma relação cultural ou histórica, apesar de que ambos tinham ditadores nos últimos anos, e esses ditadores eram amigos.

Na carta oficial, dedicada ao morte do lider venezuelano Lukashenko escreveu:

"Uma tristeza enorme furou nossos corações <...> Sem esconder nossas lágrimas, estamos chorando junto com o povo venezuelano, chorando por causa da morte prematura de Hugo Chaves - um dos maiores estadistas e figures públicas do nosso tempo, um heroi indesistivel, patriota e lutador pela independência, um político proeminente, pensador e orador, um homem brilhante, forte e alegre, cuja vida inteira foi dedicada à Pátria <...>" (Fonte: Naviny.By, tradução de Volha Y.F.) тать полностью:http://naviny.by/rubrics/politic/2013/03/06/ic_articles_112_181046/

Ordenados por Lukashenko, todas as instituições oficiais de Belarús baixaram as bandeiras desde manhã de 6 de março, para três dias de luto.

Tradicionalmente 8 de março - Dia Internacional de Mulheres - era comemorado em Belarús, com muitos eventos especiais. Mas esse ano 8 de março vai acontecer o enterro de Hugo Chaves. Todos os eventos do dia das mulheres já foram cancelados.

UPD Lukashenko vai para Venezuela para se despedir do melhor amigo.

Na internet belarussa já apareceram imagens sarcásticas, falando das rasões que causam luto em Belarús:

O povo é nada, hugo é tudo!
2011. Atentado terorista no metro de Minsk. 15 mortes. 1 dia de luto em Minsk.
2013. Morreu presidente da Venezuela. 3 dias de luto em Belarús inteiro.
Fonte: vk.com/stopluka

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Ano novo belarusso. Mais um detalhe

Não falei uma coisa importante sobre o ano novo belarusso.


Desde a época da União Soviética existe a tradição de reunir-se no jantar esperando meia-noite de 1º de janeiro e assistindo TV. Bem antes do ano novo chegar, na TV aparece o presidente atual do país, falando sobre o ano que está terminando e desejando um bom ano novo para o povo. E todo mundo assiste isso!

Como é claro que tem gente que hmm... não gosta do presidente, eles assistem essa fala dele de um jeito alternativo também. Mas também assistem, em vez de esquecer dele pelo menos nessa noite de festa.

Junto com os belarussos, que ficam assistindo o pronunciamento do presidente na TV na noite do ano novo, estão russos, ucranianos, e, muito provavelmente outros povos das repúblicas ex-soviéticas.


"Nada junta as pessoas tanto quanto ano novo"
em belarusso

nas TVs: ditador de Belarús Lukashenka,
presidente da Rússia Putin
presidente da Ucrânia Janukovich

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Feliz Ano Novo!

"Feliz Ano Novo!" em belarusso.
Cartão postal de Minsk da época da União Soviética.
Fonte: http://www.liveinternet.ru/users/tirischa/post200140652/
Belarús tem só um fuso-horário e o país comemora o ano novo todo junto.
A maioria dos belarussos são cristãos - ortodoxos e católicos. O natal dos católicos já passou, dia 25 de dezembro. Os ortodoxos vão comemorar o natal dia 7 de janeiro. Mas o ano novo é um para todos.
Na época da União Soviética, como qualquer religião era proibida, o natal foi proibido também. Mas como o governo não podia simplesmente proibir uma festa sem substituí-la de algum jeito, a festa do ano novo tomou o lugar do natal.
Belarussos tem árvore de ano novo, em vez de árvore de natal. É justamente o ano novo a festa de milagres, quando a família se reune e Papai Noel traz presentes. Tem inclusive dois papais noeis de lá - um, soviético, Dzied Maroz (Avô Friozão), que substituiu o Papai Noel de natal, e o outro, Ziúzia, bem mais antigo, é o deus do inverno, da religião pagã de lá.

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Dranik-style

Todo mundo faz paródias, inspiradas no Gangam style, e belarussos não ficam atraz. No clipe "Dranik-style" belarussos usam o prédio da biblioteca nacional de Minsk como nave espacial, invadem marte e viram belamarcianos. 

"Dranik-style"com legenda em inglês

Tradução para português:

Opa, Harny* style!
Harny style!
Por muitos tempo nos estavamos escondidos no Leste Europeu,
Mas chegou a hora para Belarús entrar em lideres e tops.
Chegamos primeiros e percorremos NASA.
Marte é nosso! Essa base é nossa!
Agora que teremos gas**
Agora que terá petróleo em cada casa
Agora que teremos muito toucinho***
Agora que teremos muitos draniks****
Todo ano faremos Slaviansky Bazar***** aqui
E nosso povo se chamará de belamarcianos.
Não tem agua, mas estamos nem aí.
Pois tem batata, hey
Pois tem tratores, hey
Não tem wi-fi, mas estamos nem aí,
Pois tem batska******, hey
Pois tem hockey, hey
Vamos todos apertar o botão
“Cutrir”, “Cutrir”, “Cutrir”, “Cutrir”

Opa dranik-style
Hey, belarussos!
Opa dranik-style
Hey, belarussos!
Opa dranik-style
Opa dranik-style

* Harny – “lindo” em belarusso.
** Belarús compra gas e petróleo da Russia, todo ano reclamando do preço e tentando comprar mais barato. Para sacanear Rússia e mostrar sua independência, governo de Belarús resolveu comprar gas até da Venezuela.
*** Toucinho – toucinho de porco, que é mais usado na culinária ucraniana, mas na belarussa também.
**** Dranik – panqueca de batata, prato mais típico e famoso belarussos. Povos-vizinhos chamam belarussos de “batateiros” por tanto gostar de batata.
***** Slaviansky Bazar - um festival de canções populares que acontece todo ano em Belarús.
******Batska – literalmente “pai”, assim se chama Lukashenka, ditador de Belarús, mostrando como ele cuida do povo, sendo que nem pai de todos belarussos. Lukashenka adora jogar hockey, que praticamente se tornou esporte nacional por causa dele.

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Vytsinanka

Hoje, 17 de dezembro de 2012, ministrei uma oficina de arte belarussa de vytsinanka - uma têcnica de arte em papel recortado - no Museu de Arte Moderna da Bahia.

Para apresentar a têcnica, mostrei dois desenhos animados belarussos, baseados em vytsinanka, que traduzi e legendei especialmente para a oficina. Agora vocês também podem assistir:

Vytsinanka recortada

Provérbios belarussos

Algumas fotos da oficina:

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Uma briga por R$ 5 com cobradora de ônibus

Se você acha difícil o trabalho de cobrador de ônibus no Brasil, vá para Belarús que você vai ver o que é dificil. Lá cobrador, ou melhor, cobradora, passa o tempo toso de um lado para outro de ônibus para cobrar a passagem de todo mundo, enquanto passageiros entram e saem por todas as portas.

A passagem de ônibus em Belarús custa atualmente 1700 rublos belarussos (R$ 0,41) em Minsk e  1400 rublos belarussos (R$ 0,31) no resto das cidades.

Usuários da internet belarussa ficam chocados por causa do vídeo da minha cidade natal de Navapolack (se pronuncia Navapolatsk), onde dá para ver como os passageiros estão batendo na cobradora:

A cobradora está de uniforme de azul e amarelo

Aconteceu o seguinte: Estava no ônibus uma família - mãe, pai, um filho pequeno (menos de 7 anos, que pode viajar de ônibus de graça) e um filho estudante da escola. É difícil entender por que, mas estudantes de escola vão de ônibus de graça só em Minsk, no resto das cidades eles têm que pagar a passagem inteira. Os pais, talvez, acharam isso injusto, pois compraram passagens só para si. A cobradora veio reclamar, tentando cobrar multa pela falta de passagem para criança (cerca de R$5), os pais falaram que já esctavam chegando no ponto que eles precisavam e tentaram sair do ônibus, mas a cobradora tentou "sequestrar" o estudante e outro passageiro veio bater nela e pegar ela no cabelo, tirando ela de ônibus com ajuda de mais um passageiro. Interessante, que ninguém foi defende-la. A cobradora depois foi à polícia, falou que homens que a atacaram estavam bêbados (o que é muito provável, raramente belarussos sóbrios têm tanta coragem), mas até agora não conseguiram achar nem esses homens, nem os pais, que não queriam pagar a multa.

É dificil dizer quem está certo, parece mais que todo mundo estava errado. Mas eu já tinha percebido antes que cobradoras belarussas (tem mais mulheres nessa profissão, ao contrário do Brasil) são em geral mal humoradas e violentas.

terça-feira, 27 de novembro de 2012

A łacinka belarussa e o metrô

Como já tinha escrito neste blog, em Belarús hoje têm duas línguas oficiais - belarussa e russa. As duas têm escrita em cirílico, com algumas letras diferentes. Infelizmente, a língua russa hoje é mais usada, inclusive no governo, documentos oficiais, educação, etc. Por causa disso fica difícil fazer transcrição dos nomes próprios e geográficos para o alfabeto latino, ainda mais, quando alguns nomes são traduzidos de belarusso para russo. Por exemplo, meu nome é Volha, mas em russo se torna Olga, Ryhor em belarusso vira Grigóriy em russo, Żmicier vira Dmitriy, etc. Mesma coisa com cidades - Viciebsk ou Vitebsk, Hrodna ou Grodno, etc. Acontece muito que botam nos mapas o nome russo, o que não é justo, porque a língua nacional de Belarús é belarusso.

Hoje em dia a língua belarussa se escreve em cirílico. Mas nem sempre foi assim. Ainda no começo do seculo XX se usava a "łacinka" (pronuncia-se "latsínka") - belarusso escrito com o alfabeto latino. O primeiro jornal belarusso, o "Naša Niva" ("Nacha Niva") até 1911 era publicado em duas versões - uma no alfabeto cirilico e outra em latino. Muitos poetas belarussos naquela época escreviam justamente em "łacinka".

"Łacinka" belarussa

Na União Sovietica, o alfabeto latino em belarusso não era usado. Agora, aos poucos, está voltando a tradição de usar esse alfabeto (Uladzimir Arlou, por exemplo, lançou o último livro de seus poemas em "łacinka"), ainda mais que isso é muito útil para transliteração. Pouco tempo atrás renovaram o esquema do metrô de Minsk (capital de Belarús), que atualmente tem nomes das estações escritas em belarusso cirílico e belarusso latino:
O esquema do metro de Minsk. Fonte: http://www.nemiga.info/raspisanie/metro-minsk.htm

domingo, 25 de novembro de 2012

Amanhecer na vila

Estou publicando aqui uma xilogravura minha que representa um pouco a realidade de vila belarussa =)
Amanhecer na vila. 13x22 cm. Volha Yermalayeva. Xilogravura, 2012
Meus outros trabalhos de xilogravura vocês podem ver no blog que eu criei especialmente para isso: http://gravuras-de-volha.blogspot.com.br/

quinta-feira, 22 de novembro de 2012